Como importar da China? Confira este checklist do que pesquisar antes de importar

0
1303

Uma dúvida frequente na hora de importar da China, é em relação aos cuidados a serem tomados para garantir que a compra seja feita com segurança. Pensando nisso, separamos um checklist de como importar da China com o que não pode faltar na hora da negociação, assim, você poderá importar sem medo.

( )  O produto pode ser importado?

Antes de tudo, é importante lembrar que o Brasil é um país empenhado em proteger o mercado nacional e para isso aplica muitas barreiras aos produtos chineses. Dessa forma, é preciso pesquisar junto à Receita Federal ou a um especialista em mercado sino-brasileiro se o item que você quer importar da China possui algum impedimento legal.

( ) O preço é competitivo?

É de extrema importância saber se o preço desse produto que você quer importar da China está abaixo dos que existem no mercado nacional. Uma excelente fonte de informação é o site do Alibaba –  grupo de empresas com sede em Hangzhou, na China com forte representação no mercado de e-commerce na internet, incluindo sites online de business-to-business, serviços de varejo e pagamento. O site também conta com  um motor de busca para compras e serviços de computação na nuvem centrados em dados. Entretanto, é uma fonte de consulta primária, servindo apenas para que você tenha uma ideia do quanto custa o produto na China.

( ) É viável importar?

Após levantado o valor no Alibaba ou a fonte de consulta da sua preferência, faça o calculo: média do valor do produto encontrado no Alibaba x taxa do dólar e esse resultado multiplicar por 2 (considerando que impostos de importação + frete, somarão em torno de 100% no valor do produto), chegando assim ao valor estimado que este produto chegará ao Brasil. Caso esteja em torno de 30% abaixo do valor de produtos similares encontrados no mercado nacional, significa que você pode seguir em frente no processo de busca de fornecedores sinos!

( ) Você possui um parceiro na China?

Para  ter a certeza que você está fazendo o melhor negócio,  é preciso contar com uma empresa que conheça bem das duas línguas e culturas. Apesar do Alibaba ser uma fonte de consulta de preços, levantamento de alguns possíveis fornecedores você  não deve basear a sua decisão de compra somente nessa ferramenta. O processo para importar da China é mais complexo que o processo de compra no mercado nacional – no qual é fácil devolver a mercadoria  quando o produto não tem a qualidade esperada.

( )  O fornecedor é idôneo?

É necessário consultar, na receita federal chinesa e órgãos fiscalizadores, dados  acerca dessas empresas, tais quais, CNPJ, data de fundação, capital social informado e integralizado, endereço, objeto social e certificados de qualidade. Se você tiver um parceiro na China, essa pesquisa será muito mais fácil e rápida.

( ) Visita técnica:

Para fechar o processo com chave de ouro, tendo a certeza que o negócio é o melhor para a sua empresa, peça ao seu parceiro chinês para visitar a fábrica e te apresentar um relatório descritivo, sugestivo e também fotos e vídeos dessa fábrica.

Por fim, quando se está negociando com fornecedores sinos é importante saber que é sempre possível negociar antes da compra, entretanto essa negociação deve ser baseada em argumentos sustentáveis. Mas isso é assunto para o próximo Postblog.

Assine nossa Newsletter e saiba e fique por dentro do assunto.

Quer saber mais sobre os fornecedores chineses? Baixe nosso e-book.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × cinco =